Sistema com atendimento informatizado garante agilidade no atendimento de pacientes da rede pública de Sergipe

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), através do Núcleo de Tecnologia da Informação, desenvolveu um sistema chamado Surgency, que tem como objetivo principal informatizar o fluxo do paciente nas unidades de saúde. Dessa forma, o software permite a criação de um histórico do paciente, possibilitando agilidade no acolhimento do usuário, ainda na recepção do hospital, registro da classificação de risco e informações sobre o atendimento do médico.

O Hospital da Criança, recém-inaugurado, foi à primeira unidade hospitalar a receber a tecnologia. O Software também está sendo implantado na recepção do Hospital de Urgência de Sergipe Governador João Alves Filho (Huse). A gestão da unidade que tem o sistema implantado pode acessar informações gerenciais rápidas, precisas e principalmente úteis, garantindo uma estruturação de gestão diferenciada. Além disso, melhora o processo de tomada de decisões.


“Pegamos a oportunidade de implantar o Sistema no Hospital da Criança (HC), que é uma unidade nova. O software tem tecnologia de ponta, temos o que há de mais moderno em tecnologia para web. Imagine um paciente que é atendido no HC, se um dia ele precisar ser atendido no Huse, o médico da unidade terá todo histórico do atendimento dele. O médico pode ter acesso a um histórico como, por exemplo, pressão arterial, altura, peso e tudo que a enfermagem informa ao sistema. Isso gera rapidez no atendimento e bem-estar ao paciente”, destacou o gerente da NTI, Douglas Affonso.

Além de o sistema ter uma interface simples e organizada, as equipes de gestão podem acompanhar o quadro do paciente mesmo não estando na unidade, utilizando celulares, tablet, desktop, entre outros, explica a analista de processos de negócio do NTI/SES, Sthefany de Carvalho. “O sistema é uma tecnologia nova na saúde do Estado, tendo como objetivo principal informatizar o fluxo de atendimento do paciente. Um diferencial do sistema é que nas unidades atualmente é necessário preencher todos os campos de cadastro do paciente na recepção. Já no Surgency não, ao preencher o número do Cartão Nacional de Saúde (documento de identificação do usuário do SUS) ou CPF do paciente, o sistema traz todas as demais informações que estão armazenadas na base do Cartão Nacional de Saúde, isso ocorre porque o sistema é integrado com o CNS”, disse.

Antes de ser implantado, os profissionais do Hospital da Criança e do Huse receberam um treinamento do NTI, para utilizar todas as potencialidades do sistema. Além disso, foram construídos manuais e tutoriais em vídeos para os profissionais, disponíveis na home do sistema, como contou um dos Técnico de NTI, Alex Sant’Anna.

“O Hospital da Criança conta com equipamentos de ponta, dentre eles, o sistema eletrônico, por isso, capacitamos nossos profissionais antes da inauguração para uso adequado dessas tecnologias. A SES compreende que somente por meio de uma educação continuada dos nossos colaboradores, conseguiremos oferecer atendimento com qualidade e humanizado no hospital”, explica Catharina Corrêa, superintendente do Hospital da Criança.

Além da otimização na parte assistencial, o diretor da NTI, Douglas Affonso, conta que existem algumas expectativas a curto e a longo prazo com a criação do sistema. “A meta é chegar a um prontuário eletrônico, como preconizado pela Organização Mundial de Saúde, com a estratégia de saúde digital que o Ministério da saúde disponibiliza para todos os Estados. Outra expectativa é que no próximo mês se entre em um modo de faturamento, isso traz como benefício para o estado faturar melhor nos nossos procedimentos. Todo atendimento que é feito em ambiente de gestão SUS, o sistema terá a capacidade de automaticamente gerar os procedimentos com os faturamentos em código na tabela SIA SUS, facilitando poder informar ao ministério da Saúde a conta hospitalar de cada paciente, sem perder nada”, disse.

Publicado: 24 de novembro de 2021, 13:09 | Atualizado: 24 de novembro de 2021, 14:26


Publicações Relacionadas