SES quer aperfeiçoar fluxos de trabalho para dar mais qualidade aos serviços

postado em: Notícias | 0

O grande movimento de transformação que vem sendo empreendido na Saúde de Sergipe inclui o aperfeiçoamento dos fluxos de trabalho e a racionalização dos recursos. É o que atesta o diretor de Tecnologia da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Cláudio Luiz da Silva, informando que uma das ações de investimento nesse movimento é na área de Tecnologia da Informação, com a pesquisa de mercado para identificar uma solução que cubra toda, ou grande parte, da gestão da Saúde.

Foi com este objetivo, o de encontrar uma solução de tecnologia, que gestores da SES realizaram uma visita técnica ao município de Osório, no Rio Grande do Sul, nos dias 19 e 20 deste mês. “Fomos em busca de compreendermos a experiência na utilização de uma solução de tecnologia exitosa na gestão daquele município”, reforçou o diretor de TI, informando que a viagem foi positiva, correspondendo às expectativas, uma vez quer forneceu à equipe referência de uma alternativa viável tecnicamente para o contexto atual da SES.

Segundo o diretor de TI, o que mais chamou a atenção na experiência vivenciada no Rio Grande do Sul foi o fato de o município de Osório conseguir implantar uma solução de gestão integrada, o que permite o gerenciamento mais adequado da Saúde. A equipe técnica de viagem, foi composta pelos diretores de Tecnologia, Claudio Luiz da Silva, e de Atenção Integral à Saúde, João Lima Júnior, da enfermeira Luciana Alves, e do técnico em tecnologia, Lucas Vilar.

A equipe da SES foi recepcionada pelo prefeito Eduardo Abrahão em seu gabinete e depois  seguiram para a Secretaria da Saúde, na companhia do titular da pasta, Emerson Magni, onde verificaram  todos os trâmites da informatização. À tarde compartilharam o funcionamento da Estratégia da Saúde da Família Primavera.

 Para o prefeito Eduardo Abrahão, o sucesso do projeto que irá completar 10 anos em 2019, é resultado de comprometimento, persistência e vontade de fazer diferente e melhor no setor público. “Em 2009, quando decidimos apostar nesta estratégia para a gestão da informatização na saúde, não almejamos ser pioneiros e nem modelo para o país. Além dos benefícios que essa iniciativa representa para o poder público, é gratificante poder compartilhar com demais município e Estados que também buscam a qualificação para o bem dos cidadãos. Recepcionamos os sergipanos e mostramos o que temos em nossa cidade com muito orgulho”, explicou o prefeito Abrahão.