Programa Estadual de IST/Aids realiza ação na Plataforma Piranema

postado em: Destaque 2, Notícias | 0

Por Morgana Barbosa

dst aids - plataforma piranema (6)As ações de enfrentamento às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) chegam ao alto-mar. Nesta quarta-feira, 20, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), através do Programa Estadual de IST/Aids, levou aos trabalhadores embarcados da  Plataforma  Piranema, no litoral sergipano, ações preventivas que informam e conscientizam sobre as problemáticas que envolvem as ISTs e Hepatites Virais.

 

“O local é de difícil acesso, mas esses 57 trabalhadores que atuam embarcados tiveram a possibilidade de receber informações sobre estratégias de prevenção. Essa é uma oportunidade ímpar e de grande relevância no processo de enfrentamento às Infecções”, revela o gerente do programa Estadual de IST/Aids, o médico Almir Santana.

 

A ação foi desenvolvida em meio à programação da Semana Interna de Prevenção de Acidentes (Sipat). Dentre os temas abordados estiveram as Hepatites Virais, que são foco da campanha que está sendo lançada pela SES, neste mês de julho. Na ocasião, o público pôde entender as principais diferenças entre a Hepatite B e C, formas de transmissão e de prevenção.

 

“Com relação à Sífilis, destacamos a necessidade do homem fazer o pré-natal quando a companheira estiver grávida, além de ressaltar a importância do uso da camisinha durante a gravidez”, complementou o médico Almir Santana.

 

O gerente do Programa Estadual de IST/Aids revelou que, em relação à Aids, foi possível esclarecer sobre a diferença entre ter o vírus e a doença, além de apresentar dados que apontam o crescimento da epidemia e o histórico em várias regiões do país. “Mostramos o risco ao qual pode estar exposta uma pessoa que tem relação sexual sem o uso de preservativos, além de enfatizar a importância de realizar o teste rápido”, contou.

 

Na ocasião, foi destacado, ainda, que o teste não pode ser exigido pelas empresas, seja durante o processo de admissão ou em meio à realização dos exames periódicos.

 

“A receptividade foi excelente. Eles levam muito a sério quando vamos até a plataforma levar orientações. Eles reconhecem o nosso esforço de ir até o local de trabalho, principalmente pelas dificuldades de acesso e de termos que dormir no próprio local”, avaliou o gerente do Programa Estadual de IST/Aids.

 

Plataforma

 

A FPSO Sevan Piranema foi a primeira plataforma redonda de petróleo do mundo. Localizada no litoral sergipano, em Estância, a uma distância de 37 quilômetros de Aracaju, a unidade é do tipo flutuante e trabalha com a produção, armazenamento e transferência de petróleo (FPSO).

 

O gerente do programa estadual IST/Aids, Almir Santana, deslocou-se de helicóptero até o local. Ele retorna à capital sergipana nesta quinta-feira, 21.