No Hemose, quase duas mil doações de sangue são realizadas durante o mês de junho

postado em: Notícias | 37

Durante o mês de junho o Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) unidade da Fundação de Saúde Parreiras Horta (FSPH) que integra a Rede Estadual de Saúde recebeu 2.816 voluntários, com efetivação de 1.946 doações de sangue.  Desse total, 1.108 coletas são relativas ao período da campanha junina “O São João está no sangue dos Sergipanos”, destinada a preparação do estoque de sangue durante os festejos juninos, com uma média de 92 doações ao dia.

 

“O bom desempenho nas doações supriu a necessidade de transfusão na rede hospitalar do Estado. Nesses períodos de festa o Hemose intensifica as ações para aumentar as doações, esse trabalho preventivo tem como finalidade preparar um estoque de segurança para atender eventuais demandas decorrentes dos excessos cometidos nesses períodos festivos, como São João”, destacou a gerente de Captação de Doadores, Rozeli Dantas.

 

A assistente social explicou que o número de doações de sangue é resultante do comprometimento de voluntários e das parcerias, através dos grupos, que realizam mobilizações coletivas. “As parcerias são fundamentais para o sucesso das nossas campanhas, com destaque para os festejos juninos. Outro apoio importante é da imprensa que acaba gerando curiosidade e estímulo, para esse ato solidário, que salva vidas”, ressaltou.

 

Conforme ainda avaliação da gestora outro fator importante na captação de doadores é o apoio da rede hospitalar, pela prática de incentivo à doação de sangue junto aos familiares e acompanhantes de pacientes. “Essa é outra parceria fundamental, para o êxito do atendimento transfusional. Os familiares de pacientes que necessitam fazer uso de componentes do sangue são orientados dessa responsabilidade, que é a doação de sangue.  Devemos lembrar que o sangue não é fabricado em laboratório, mas apenas no organismo. E para termos sangue para atender os pacientes precisamos de doadores”, pontuou Rozeli Dantas ao acrescentar.  “Os hospitais atendem diariamente vários acidentes, principalmente de motos, cirurgias e queimaduras que exigem transfusão, além de usuários em tratamento de enfermidades que requer uso de sangue regularmente”, concluiu.

 

A campanha junina teve o apoio das seguintes instituições: Colégio Amadeus, Força Aérea, colaboradores da Funesa; Igreja Universal, através da iniciativa, ‘Um dia para uma boa ação’; Associação Gloriense de Doadores de Sangue; Voluntários de Aquidabã através do projeto ‘Aquidabã Sangue Bom’; Grupo de Nossa Senhora do Socorro com a ação, ‘SOS Amigos do Bem’; Voluntários de Lagarto através do projeto, ‘Salvar Vidas não custa nada’.

 

Doação

 

Pode doar sangue qualquer pessoa com boa saúde, que tenha entre 16 e 69 anos e peso acima de 50 quilos. É necessário portar documento de identidade original e com foto e está bem alimentado. O homem pode doar a cada três meses e a mulher, a cada quatro meses. Menores de 18 anos, só podem doar com a autorização dos pais ou de um representante legal. Mais detalhes sobre o serviço de doação, palestras e hemotur, através dos telefones (79) 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.