Maternidade Nossa Senhora de Lourdes também atende pacientes de outros estados

postado em: Destaque 2, Notícias | 4

Por Júnior Matos

paciente_mnslA dona de casa Maria Helena da Silva reside na cidade de Ribeira do Pombal, na Bahia. Ela fez todo o pré-natal onde mora mas, ao final da gestação, foi descoberto um quadro de diabetes gestacional. Ela conta que veio à Sergipe através de encaminhamento médico.

 

“Como o meu caso é considerado de alta complexidade, o obstetra que me acompanhava indicou a Maternidade Nossa Senhora de Lourdes. Mesmo sendo outro estado, Aracaju é a cidade mais próxima à minha para dar esse tipo de assistência. Quando cheguei aqui tive uma feliz surpresa: atendimento de qualidade. O meu parto também foi realizado na Nossa Senhora de Lourdes e hoje estou muito feliz com o meu bebê nos braços”, confidenciou Maria Helena.

 

Nos primeiros semestre de 2016, foram registradas 99 pacientes que foram atendidas na MNSL provenientes de outros estados. Ainda de acordo com o senso levantado pela casa de saúde, o estado que mais envia pacientes para Sergipe é a Bahia.

 

Já entre a lista de municípios baianos que enviam pacientes à Maternidade Nossa Senhora de Lourdes estão: Conde, Rio Real, Adustina, Paripiranga, Heliopólis, Cicero Dantas, Nossa Senhora de Fátima, Coronel João Sá, entre outros. Esses municípios estão na divisa entre os estados de Sergipe e Bahia.

 

De acordo com a coordenadora assistencial da MNSL, Auciliadora Varjão, a equipe da unidade está comprometida em oferecer o melhor atendimento. “Durante o internamento, prezamos pelo atendimento individualizado e humanizado. Essa medida garante a satisfação e segurança de mães e bebês”, ressalta.

 

De acordo com o superintendente da MNSL, Luís Eduardo Correia, o elogio das pacientes reflete nos resultados dos serviços prestados pela equipe especializada da maternidade.

 

“A equipe multidisciplinar da MNSL oferece um suporte especializado na assistência materno-infantil e isso fica claro na satisfação dos usuários do SUS que já conhecem outras realidades de assistência pública e faz com que a equipe se sinta motivada a acolher e prestar assistência humanizada”, enalteceu Luís Eduardo Correia.

 

MNSL corredores - Foto RICARDO PINHO (3)A Maternidade

 

Gerenciada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), através da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS), a Maternidade Nossa Senhora de Lourdes é referência em Sergipe no atendimento às gestantes de alto risco portadoras de patologias como hipertensão, diabetes, cardiopatia, trabalho de parto prematuro. A ´Lourdinha’  conta com 43 leitos obstétricos clínicos e 26 cirúrgicos, e uma equipe multidisciplinar composta por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, entre outros profissionais.

 

Na unidade hospitalar, mães e bebês podem contar com especialistas em ginecologia, pediatria, cirurgia pediátrica, pneumologia, entre outros. De janeiro a junho deste ano, a MNSL contabilizou 8.646 atendimentos, sendo 3.535 partos. Destes, 1560 foram partos normais e 1.975 foram procedimentos cesáreos.