Lacen: gestores e técnicos participam de treinamento sobre norma técnica para laboratório de análises

postado em: Destaque 2, Notícias | 0

Por Rosângela Cruz

Fotos: Rosângela Cruz

O Laboratório Central de Saúde Pública de Sergipe (Lacen), serviço gerenciado pela Fundação de Saúde Parreiras Horta (FSPH), realizou um treinamento sobre a norma ABNT NR NM ISO 15189:2015, que dispõe sobre requisitos especiais de qualidade e competência para Laboratórios de Análises Clínicas. Realizada na Fundação Estadual de Saúde (Funesa), com a participação da equipe técnica da coordenação da Qualidade da Fundação, os gerentes dos laboratórios e técnicos, a atividade teve como foco garantir uma assistência laboratorial eficaz e dentro das normas de conduta exigidas pelo Ministério da Saúde (MS).
Realizado em dois dias, o treinamento discutiu temas como organização e gerenciamento, sistemas de gestão, inclusive da qualidade, controle de documentos e dados, análise crítica pela direção e auditorias internas. Foram também abordados os requisitos técnicos estabelecidos pelas normas de qualidade, voltadas para temas como pessoal, instalações e condições ambientais e equipamentos de laboratórios.

Ministrado pela colaboradora Danielle Nery de Oliveira, o curso abordou os sistemas de gestão de qualidade, administrativos e técnicos preconizados pela norma NBR 15.189, instituída pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). “O cumprimento dos requisitos é fundamental para garantir a melhoria diária nos procedimentos realizados pelo Lacen. A proposta é buscar a garantia da qualidade dos diagnósticos e análises para uma futura certificação”, destacou Danielle Nery.

Segundo a superintendente do Lacen, Danuza Duarte Costa, a equipe técnica estuda a viabilidade de um projeto para acreditação na norma para diagnóstico humano. Ela relatou que o primeiro passo foi a capacitação para implementação e atualização da norma destinada a melhoria dos processos do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ).

“Com essa capacitação, a gestão da Fundação objetiva dar conhecimento aos gestores dos laboratórios e os colaboradores sobre os requisitos das normas e sua interpretação para que, assim, todos realizem suas atividades com excelência e desempenhem suas tarefas com capacidade de identificar ocorrências no Sistema de Gestão da Qualidade, além de buscar a melhoria contínua”, frisou.

Para o gerente do laboratório de Imunologia e Biologia Molecular, Cliomar Alves dos Santos, os dois dias de treinamento serviram de aprendizado para melhoria nos processos e fluxos de trabalho nos laboratórios. “É essencial que a instituição cumpra cada vez mais as normas de qualidade, para torná-las um critério primordial no dia a dia de trabalho. Isso reflete em melhores resultados nos serviços prestados aos usuários assistidos pelo Sistema Único de Saúde – SUS”, salientou.