Huse: Dia Mundial de Prevenção de Lesão por Pressão é celebrado por profissionais e acadêmicos de Enfermagem

postado em: Destaque 2, Notícias | 43

 

Por katiane Menezes

 

Em comemoração ao “Dia Mundial de Prevenção de Lesão por Pressão”, celebrado no último dia 18 de novembro, foi realizado no auditório do Hospital de Urgências de Sergipe (Huse) um encontro para discutir sobre a prevenção e o modo correto do tratamento de lesões que atingem pacientes acamados pelos longos períodos de internação. Os profissionais e estudantes de Enfermagem abordaram, também, sobre tratar em menor prazo de tempo a lesão já existente, diminuindo, assim, o tempo de internação do paciente na unidade.

 

Promovido pela Comissão de Prevenção e Lesões de Pele e a Comissão de Combate e Controle da Infecção Hospitalar (CCIH) do Huse, o encontro reuniu cerca de 200 pessoas e contou com uma programação de palestras totalmente voltadas para a prevenção e o tratamento da LPP. Há 1 ano e seis meses à frente da comissão, a enfermeira Mônica Rabelo ressalta que prevenir ainda é o melhor remédio.

 

“Esse é um momento que estamos com intenção de prevenir. Abordamos a respeito do trabalho da Comissão dentro do hospital, os cuidados e como trabalham os profissionais que têm realizado em grande serviço. A prevenção é melhor para todos: profissionais e pacientes”, disse.

 

A lesão por pressão ainda é considerada um problema grave, especialmente em pessoas idosas e pacientes que apresentam doenças crônicas degenerativas. A Comissão é formada é formada por enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas capacitados que trabalham em todos os setores do hospital.

 

Programação

 

A programação tratou diversos temas como: ‘Anatomia, fisiologia da pele e LPP’,’Ddados de LPP no Huse e prevenção’, “Lesões por umidade’, ‘Ostomias: cuidados e lesões’, ‘Apresentação da Comissão de Prevenção e Tratamento das lesões de pele’, ‘Resolução do COFEN501/2015’, ‘Uso da película reconstrutora na revitalização pré epiderme’, entre outros.

 

Para a presidente do Coren/Sergipe, Maria Clara de Matos, o Huse passou por momentos significativos durante os 30 anos e a equipe de Enfermagem cada vez mais se capacitando e se destacando.

 

“É um novo norte que vai tomar o Huse. Esse momento é importante para todos reconhecerem a importância da Comissão e trabalhar junto com ela. Alguém sonhou lá atrás e hoje isso é uma realidade”, afirmou.

 

A fisioterapeuta da Comissão, Isabel Cordeiro, destacou que os profissionais são capacitados e que o trabalho só tem avançado.

 

“O trabalho é diário em todos os setores, não só preventivo, educativo, mas também o gerenciamento das lesões. Uma vez a lesão instalada, ela tem que ser cuidada. A comissão faz treinamento no próprio local para que o funcionário não precise se deslocar”, explicou.

 

A acadêmica em Enfermagem, Cintia Bittencourt, não pensou duas vezes quando iniciou as inscrições para o evento. “Eu gosto de atualizar meus conhecimentos e a área da saúde tem muitas mudanças, técnicas, coberturas de curativos. Sempre é bom ficar acompanhando essa evolução, mesmo sendo estudante. Estou gostando muito e vou aproveitar cada dica e ensinamento que for mostrado aqui”, enfatizou.

 

Há um ano e seis meses, o Huse criou a Comissão de Prevenção e Tratamento de Lesão de Pele e continua com seus resultados dentro da média. O Ministério da Saúde (MS) já vê a prevenção de pele como itens da segurança do paciente. A superintendente do Huse, Lycia Diniz, esclareceu que o compromisso do servidor do Huse é responsável pelo sucesso do hospital.

 

“É muito importante para o Huse a parte de conhecimento e de treinamento. Tudo que envolve a educação permanente no hospital é essencial. Temos grandes obstáculos e desafios para passar e estamos fazendo da melhor forma possível com muito sucesso. Tudo que gera conhecimento e assistência, traz resultados satisfatórios”, comemorou a superintendente do Huse.