Famílias de Canindé do São Francisco colaboram doando sangue

postado em: Destaque 2, Notícias | 0
Foi através do exemplo da mãe e da tia que Franthesca dos Santos Martine, realizou sua primeira doação de sangue no Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) há seis anos. Ao longo desse período ela continua doando pelo menos duas vezes ao ano. “Na época eu tinha 16 anos e vim com familiares e amigos de Canindé do São Francisco”, contou.
Nesta última doação de 2019, a jovem retornou à unidade acompanhada de um grupo de moradores de sua cidade natal e com suas incentivadoras: a mãe Quitéria dos Santos e a tia Angelita dos Santos. “Para mim a doação de sangue é algo tão especial e importante que incentivei minha irmã e minha sobrinha a serem doadoras”, revelou Angelita.
Elas estavam acompanhadas de outros voluntários que viajaram 213 quilômetros até Aracaju para colaborar com o serviço. “Sou doadora há 14 anos e participo de todas as campanhas da Associação de Doadores de Canindé”, disse orgulhosa Maria Cícera da Silva.
De acordo com o coordenador do grupo Arnou Silva, a ida do grupo ao Hemocentro teve uma motivação a mais: o tratamento de Nubia Queiroz dos Santos, que reside com a família em Canindé. “Hoje estamos aqui para doar também para nossa conterrânea  Núbia, mas o grupo ajuda qualquer cidadão que precisar”, avisou.
Cada bolsa de sangue doada pode salvar a vida de até quatro pacientes que precisam receber transfusões, como é o caso de hemofílicos, vítimas de acidentes, doentes de câncer e mulheres que tiveram complicações durante o parto.
Serviço
Para doar sangue é preciso estar bem de saúde, ter entre 16 a 69 anos de idade, ter mais de 50 quilos e apresentar um documento oficial com foto. Mais informações através dos telefones: (79) 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.