Dia da gentileza: pacientes falam sobre tratamento humanizado que recebem no Huse

postado em: Destaque 2, Notícias | 0

As notícias envolvendo mau atendimento e superlotação na saúde pública são frequentes em todo o país, por isso, quando o atendimento é feito com qualidade e resolutividade, merece ser destacado. No Dia da Gentileza, comemorado em 13 de novembro, a Ouvidoria do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), registrou nos três últimos meses, 35 elogios de pacientes e seus acompanhantes.

Os elogios vão desde o acolhimento, a gentileza do profissional, a atenção, a cortesia, setores que foram atendidos, procedimentos realizados, além da equipe médica e de enfermagem. De acordo com a gerente da Ouvidoria do Huse, Rosa Malena Santos, os elogios são abraçados com muita satisfação e encaminhados para seus destinos correspondentes.

“São elogios e gentilezas aleatórias que são repassados para os trabalhadores e profissionais dos setores correspondentes, primeiro porque eles merecem ter conhecimento da repercussão do trabalho que prestam e, segundo, porque serve de incentivo para que continuem com as qualidades profissionais e desempenhem o trabalho com mais amor. A gente passa por algumas dificuldades com superlotação e ter elogios desse nível é muito bom. Recebemos uma quantidade significativa de elogios diariamente, pessoas que vem do Pronto Socorro, Pediatria, entre outros setores e isso alegra bastante”, explicou Rosa Malena.

A acompanhante do paciente José David dos Santos, parabenizou e elogiou uma enfermeira da Ala Verde Trauma. Ela ressaltou a atenção e o cuidado da profissional com o paciente. “Eu só tenho gratidão para essa enfermeira que cuidou tão bem do meu tio. Ela tinha muita atenção em informar e esclarecer o andamento da situação clínica dele, tudo com muita paciência e cuidado. Ela sabe ouvir cada um que busca sua ajuda”, contou a acompanhante Gevaneide da Conceição.

Já a acompanhante Aline dos Santos, agradecer a equipe da Ala 400 por todo o cuidado com o esposo Jeconias Silva. “Muitas pessoas não sabem mais aqui no Huse tem muitos profissionais maravilhosos e atenciosos. Eu encontrei vários e só tenho que agradecer todo o carinho, cuidado e atenção que recebemos enquanto meu esposo esteve internado aqui. Por isso, fiz questão de fazer uma ouvidoria elogiando todo esse comprometimento de amor”, enfatizou.

Todos os pacientes ou acompanhantes que fazem a ouvidoria se identificam e destacam o setor elogiado.