Brigada Itinerante de Combate à Dengue atua até sexta em Propriá

postado em: Notícias, Slide | 0

12 mil domicílios devem ser visitados entre sede e povoados da  cidade ribeirinha

A força-tarefa formada por 88 agentes de endemias, supervisores e coordenadores chegou nesta quarta-feira, 20, ao município de Propriá, na região Ribeirinha do Estado, para reforçar o trabalho de combate à dengue que vem sendo realizado pelos agentes locais. A Brigada Itinerante de Combate à dengue é uma iniciativa do governo do Estado, ativada através da Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com a Fundação Estadual de Saúde (Funesa), com o objetivo de reforçar o trabalho dos municípios na luta contra a infestação do Aedes.

Em Propriá,  a Brigada Itinerante fica até sexta-feira, 22, quando deverá  ter visitado  cerca de 12 mil domicílios na sede e nos povoados São Vicente, Santa Cruz e São Miguel. De acordo com o sexto e último Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) Propriá está em médio risco, com índice de 1.1. Desde que entrou em ação, em 11 de julho último, a força-tarefa chegou ao 50º município nesta quarta-feira. E por onde passa, recebe o reconhecimento da população e inclusive dos agentes de endemias locais, que vêm a brigada como instrumento fundamental para o controle do vetor.

Josidarte Barros Herculano é agente de endemias do município de Propriá. “Fazemos bem a nossa lição de casa, trabalhamos com empenho no combate ao mosquito, mas é preciso reconhecer a importância da brigada itinerante porque quando ela chega como uma espécie de mutirão acaba mobilizando ainda mais a população para os cuidados domésticos”, disse ela.

Simpatizante de trabalhos como os realizado pela Brigada Itinerante, Tiago Ataíde dos Santos, abriu as portas para o agente de endemias inspecionar o domicílio. O resultado foi muito positivo, nada foi achado que sugerisse a presença do mosquito da dengue. E ele explicou o porquê.  “Mantemos os reservatórios secos, deixamos bacias e baldes embarcados, trocamos a água do animal diariamente e não acumulamos no quintal nada que possa juntar água porque sabemos que a dengue que é uma doença séria”, salientou.

O coordenador da Brigada Itinerante de Combate a Dengue da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Edvaldo Ferreira Maciel, o resultado do LIRAa expressa bem a importância da força-tarefa. “Saímos de 26 municípios em alto risco, apontados no quarto levantamento, para quatro municípios em alto risco, neste sexto LIRAa. Não podemos negar que este resultado tem a contribuição da brigada”, falou o coordenador, afirmando que, no entanto, os municípios precisam estar lembrados que a responsabilidade pelo combate ao mosquito é deles.

A brigada estará segunda-feira, 25, em Nossa Senhora Aparecida; na terça-feira, 26, em Santa Rosa de Lima; quarta e quinta-feira, 27 e 28, em Japaratuba; e no próximo dia 29, sexta-feira, em Muribeca, segundo informações de Edvaldo Maciel.

Fotos: Valter Sobrinho ASCOM SES