Balanço das coletas de sangue destaca importância da doação regular

postado em: Notícias, Slide | 0
O balanço nas doações de sangue realizadas no primeiro quadrimestre do ano contabilizou 11.197 atendimentos com 8.305 doações de sangue. Deste total, 2.467 doações foram efetivadas em abril, mês com maior comparecimento de doadores fidelizados ao Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose), unidade da Fundação de Saúde Parreiras Horta (FSPH), que integra a Rede Estadual de Saúde.
Com base nos dados gerais, a doação de reposição permanece com índice de maior participação dos voluntários. Em seguida vêm as doações frequentes e de campanhas programadas por parceiros do serviço de hemoterapia. “Essas doações de reposição são orientadas pelos médicos para realização de cirurgias eletivas do coração, ortopédicas, obstétricas, além de tratamentos oncológicos, leucemias e renais”, explica a enfermeira Florita Aquino, gerente de Coleta da unidade ao acrescentar. “No ambulatório do Hemose temos os usuários em tratamento de anemia falciforme, doença hematológica que requer a transfusão sanguínea como indicação terapêutica em seu tratamento. Por isso, que é tão importante que as doações de sangue sejam regulares”, destacou.
Para ampliar o número de doações diárias o Hemocentro de Sergipe trabalha para fidelizar voluntários dispostos em contribuir com o serviço com frequência, cumprindo o intervalo previsto na legislação do serviço de coleta, processamento e distribuição de sangue e hemocomponentes do Ministério da Saúde (MS). “O homem pode doar sangue a cada dois ou três meses e a mulher a cada três ou quatro meses, o serviço criará um estoque permanente para atender a demanda diária dos usuários do Sistema Único de Saúde, da rede hospitalar e rede conveniada em todo Estado”, ressaltou a gerente de Captação de Doadores, Josceline Souza.
Conforme ainda a gestora o serviço de Captação do Hemose disponibiliza para as instituições e empresas, os serviços de palestras motivacionais com apresentações de vídeos, distribuição de material informativo, visitas técnicas e agendamento de doações no turno da tarde. “Essas são ferramentas em que buscamos sensibilizar as pessoas em bom estado de saúde para colaborar com a doação de sangue. Através desses momentos buscamos a conscientização de grupos de pessoas, para contribuir com o serviço sendo um doador de sangue regular”, finalizou a assistente social.
Doação
Para doar sangue é necessário estar bem de saúde, ter entre 16 e 69 anos de idade, pesar a partir de 50 quilos e apresentar documento oficial com foto, válido em todo território nacional, pode ser carteira de identidade, carteira de trabalho e carteira de motorista. A coleta de sangue do Hemose funciona diariamente de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 17h. Mais informações sobre os serviços através dos telefones: (79) 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.