Assistência: Maternidade Nossa Senhora de Lourdes contabiliza 120 atendimentos no final de semana

postado em: Destaque 2, Notícias | 0

Por Júnior Matos

mnsl maternidade bebe copyNo período de 13 a 15 de maio, a Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL) realizou 120 atendimentos. A unidade, gerenciada pela Fundação Hospitalar de Saúde (FHS), é referência na assistência à gestante de alto risco e aos recém-nascidos prematuros.

 

No fim de semana foram contabilizados 35 partos normais, 24 cesarianos além de uma curetagem. Já na admissão, foram atendidas 120 pacientes, tendo registradas 58 admissões. A unidade hospitalar trabalha com o sistema de Acolhimento com Classificação de Risco.

 

“No setor de  admissão, as gestantes são avaliadas e as que apresentam quadro clínico de alto risco são encaminhadas para tratamento ou até mesmo para o Centro Obstétrico, onde será realizado o parto. Já as que não apresentam quadro de saúde de alto risco também recebem assistência na MNSL e, logo em seguida, são transferidas ou liberadas para o pré-natal. Prestamos o melhor atendimento e garantimos assistência a todas as pacientes”, afirma a gerente do setor de admissão da MNSL, Lourivânia Prado.

 

Alexandra dos Santos deu entrada na MNSL no último sábado,14. Ela conta que sofre de diabetes gestacional. “Aqui estou recebendo um bom atendimento dos profissionais. Sigo em tratamento e em pouco tempo serei submetida ao parto. Estou muito feliz aqui na MNSL”,conta.

 

UTIN MNSL (2)A MNSL também é referência no acolhimento às vítimas de violência sexual, ofertando atendimentos clínicos e psicológicos. No final de semana, foi registrado um caso de criança ou adolescente da cidade de Aracaju.

 

Estrutura

 

Na Maternidade Nossa Senhora de Lourdes estão disponíveis 43 leitos obstétricos clínicos e 26 cirúrgicos, além de uma equipe multidisciplinar composta por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, entre outros profissionais.

 

O centro obstétrico recebe pacientes tanto de Sergipe quanto de estados estados vizinhos como Alagoas, Bahia e Pernambuco.