Alma Feminina: caravana de mulheres faz doação de sangue no Hemose

postado em: Destaque 2, Notícias | 0

“Essa não é a nossa primeira doação, mas dessa vez, conseguimos uma maior adesão das pessoas. Essa participação mais efetiva se deu pelo trabalho de conscientização em comunidades que fazemos um trabalho voltado para o público feminino”, declarou a radialista Karina Liberal, responsável pelo grupo com cerca de vinte voluntários do município de Estância. Eles colaboraram com o estoque de sangue do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) na última sexta-feira, 24.

 

Na caravana ‘Alma Feminina’, a funcionária pública Daniela Bispo dos Santos, contou que é doadora há dez anos. Sua historia é semelhante à de muitos outros voluntários, a primeira doação ocorreu para ajudar um familiar. “Na época meu primo fazia um tratamento que necessitava de transfusão sanguínea. Também ajudei doando para a mãe dele. Depois não parei, gosto de ajudar o próximo, me sinto feliz”, comentou satisfeita.

 

A estudante do terceiro ano do Ensino Médio, Kassianny Conceição Cruz, relatou que o desejo de ajudar veio do exemplo de seu pai, que é um doador frequente do Hemose. “Eu cresci ouvindo meu pai falar o quanto é importante poder ajudar as pessoas. E que uma doação ajuda a salvar quatro vidas, por isso vim. Hoje realizei um sonho antigo que é levar esperança para todos os pacientes que necessitam do meu sangue”, disse.

 

De acordo com dados do serviço, na última semana o Hemocentro de Sergipe contabilizou um saldo de 602 doações efetivadas. Pelo menos 30%, das doações correspondem a parcerias com grupos fidelizados e empresas cidadãs. “O trabalho da equipe de captação de doadores avalia diariamente o estoque para saber os tipos sanguíneos mais necessários e também para buscar os parceiros solidários que buscam potenciais doadores”, explicou a assistente social, Rozeli Dantas, gerente de Captação da unidade.

 

O Hemose é responsável pela coleta, processamento e dispensação de sangue e seus componentes, destinados à rede hospitalar do Estado. Através de uma bolsa de sangue é possível processar: plaquetas, hemácias e plasma que atendem aos mais diversos tratamentos de saúde como, câncer, aplasias, mielomas, leucemias, doenças hematológicas como hemofilia e anemia falciforme, entre outras.

 

Doação de sangue

 

Estão aptos a doar sangue candidatos em bom estado de saúde, com idade entre 16 anos completos e 69 anos, peso acima de 50 Kg. Menor de 18 anos somente com termo de autorização dos pais ou responsável legal. É necessário portar documento de identidade original, com foto, válido em todo território nacional. Mais detalhes sobre o serviço de doação, palestras e hemotur, através dos telefones (79) 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.