Sergipe: 507 agentes de endemias de 43 municípios já foram capacitados

postado em: Notícias | 0

Por Ítalo Duarte

Agentes de Endemias de mais da metade dos municípios sergipanos já foram capacitados através da parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e a Fundação Estadual de Saúde (Funesa), entre outubro de 2015 e o início deste ano. A ação, que serve para que os profissionais tirem dúvidas, apresentem as dificuldades encontradas em cada região e, também, ampliem o conhecimento, faz parte do trabalho de intensificação do Governo do Estado no combate ao Aedes aegypti.

As últimas capacitações aconteceram durante esta semana com a participação de 178 agentes de endemias de 20 municípios. Ao todo, 507 profissionais já passaram pela capacitação da Funesa, totalizando 43 municípios que puderam contar com seus servidores ainda mais qualificados na guerra contra o mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika Vírus.

Os municípios que já participaram foram: Nossa Senhora das Dores, Nossa Senhora de Lourdes, Laranjeiras, São Cristóvão, Salgado, Monte Alegre, São Miguel do Aleixo, Neópolis, Cedro de São João, Nossa Senhora do Socorro, Rosário do Catete, Barra dos Coqueiros, Tobias Barreto, Cristinápolis, Japoatã, Japaratuba, General Maynard, Pedrinhas, Gararu, Siriri, Riachão do Dantas, Propriá, Itabaianinha, Capela, Nossa Senhora Aparecida, Itabaiana, Carira, Aquidabã, Feira Nova, Poço Redondo, Muribeca, Divina Pastora, Pinhão, Simão Dias, Tomar do Geru, Nossa Senhora da Glória, Porto da Folha, Pedra Mole, Santa Luzia do Itanhi, Cumbe, São Domingos, Areia Branca e Indiaroba.

“O trabalho que a Funesa desenvolve é imprescindível nessa luta travada contra o Aedes aegypti. Podemos verificar não só nas capacitações dos agentes, mas também no envio de nossa Brigada Itinerante para o interior sergipano. A contribuição da Fundação se torna primordial para vencer essa guerra”, avaliou o presidente da Funesa, Adriel Alcântara.

A capacitação foi realizada pela gerente do Núcleo de Endemias da SES, Sidney Sá. De acordo ela, “os agentes e coordenadores de vigilâncias epidemiológicas municipais vêm participando das capacitações oferecidas com o intuito de ampliar o controle do mosquito”.

Para a coordenadora de campo Riovanete Pereira dos Santos, do município de Feira Nova, que teve seus agentes capacitados no último dia 23 de fevereiro, “essas ações são muito importantes para ampliar os conhecimentos na área, trocar informações com os agentes de outros municípios e poder expor as dificuldades e conquistas no dia a dia, no campo e na zona urbana”.

No mês de março acontece mais uma etapa de capacitação de agentes de endemias. O intuito da SES e da Funesa é atingir todo o estado de Sergipe, para que os municípios do interior consigam combater de forma ainda mais eficaz possíveis criadouros e focos do mosquito, bem como prestar a melhor orientação à população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.