Disfagia é discutida por fonoaudiólogos do Huse no projeto ‘Rodas da Vida’

postado em: Destaque 3, Notícias | 17

 

Por Katiane Menezes

 

Um serviço de referência. É dessa forma que é avaliado o trabalho dos fonoaudiólogos do Hospital de Urgências de Sergipe (Huse), que realizam um importante papel na qualidade de vida dos pacientes internados. Um exemplo disso foi acompanhado durante a realização do ‘Rodas da Vida’, projeto idealizado com objetivo de humanizar as relações de trabalho e atendimento no Huse.

 

Na última semana, o fonoaudiólogo Arthur Marcelino, com a colaboração da fonoaudióloga Gilmara Gonçalves, apresentou para acompanhantes e pacientes da Ala 400, o tema Disfagia, um distúrbio de deglutição que pode ocorrer do recém nascido ao idoso. Quando não tratada adequadamente, a disfagia pode levar o paciente à desnutrição, desidratação, pneumonia aspirativa e até a morte. Pacientes, acompanhantes e profissionais, participaram da atividade.

 

“A atividade foi realizada de forma lúdica e interativa. Os participantes aprenderam na prática como a deglutição funciona, tiraram dúvidas sobre o uso das vias alternativas alimentares. Eles compreenderam o importante papel do fonoaudiólogo dentro do hospital e sua função de reabilitar os distúrbios que comprometem a deglutição e a comunicação do paciente”, afirmou Arthur Marcelino.

 

Ainda segundo o fonoaudiólogo, “atividades como o ‘Rodas da Vida’ são de grande importância no processo de humanização dos ambientes de saúde. Além disso, fazem com que os participantes se tornem cidadãos conscientes da importância em promover sua própria saúde, dos familiares e toda a sociedade”.

 

O ‘Rodas da Vida’ encerrou as atividades com música e muita interação entre os participantes. De acordo com o coordenador do projeto, Edney Vasconcelos, esse é um momento de humanização que reflete no cuidado com o paciente e insere, também, seus acompanhantes ou familiares.

 

“A cada encontro, uma nova surpresa, momentos incríveis em que o paciente participa e esquece por alguns instantes o seu problema. Levamos música, informação com temas de importância para eles e muita alegria”, declarou.

 

A aposentada Dolores da Graça, está acompanhando o esposo que, depois de sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC), ficou com dificuldade de deglutir. Para ela, esses encontros só trazem alegria e cuidado com o paciente. “Eles explicam tudo tão direitinho e ainda nos divertem em meio a tanta tristeza”, disse.

 

A disfagia não é uma doença, mas é um dos sintomas mais frequentes em consequência do AVC, TCE, traumas e tumores de face, pescoço e em pacientes traqueostomizados ou em uso prolongado de tubo orotraqueal, entre outros. A atividade teve o apoio do conselho Regional de Fonoaudiologia da quarta região – Crefono 4 e da comissão do Sindicato de Fonoaudiologia do Estado de Sergipe – Sinfonser.

 

Atualizado:

17 Responses

  1. Nike Air Zoom

    In recent months, Trump has been strongly criticizing Powell’s monetary policy decision made by the Fed, and even said that “the Fed (risk hike) is crazy”. Trump accused that the result of Powell’s decision was that the stock market fell, saying that its steady interest rate hike in 2018 was “mad.”

  2. nike factory outlet

    Thanks to a recent deluge of compelling colorways, Nike’s React Element 55 has managed to step out of the shadow that was seemingly cast over it by the React Element 87 last year and establish its own following.

  3. NFL Jerseys

    And Lillard did just that Tuesday night, scoring 50 points on 17-of-33 shooting (10-of-18 on threes) and hitting a series-clinching, 37-foot 3-pointer with no time remaining to beat the Thunder 118-115 and eliminate them in five games.

  4. NFL Jerseys Wholesale

    Tucker, a former NFL offensive lineman who hosts popular podcasts, says the most interesting development on the opening night of the draft then becomes which team trades for Arizona quarterback Josh Rosen and what do they give up for them.

  5. Nike Air Zoom Pegasus 35

    The same people who want to restrict the right to keep and bear arms of law-abiding citizens believe the Boston Marathon bomber should be given the right to vote on death row, Pence said, drawing boos from the crowd. I got news for you, Bernie: Not on our watch! Violent convicted felons, murderers, and terrorists should never be given the right to vote in prison — not now, not ever.

  6. Nike Pegasus 35

    zxanqrp,If you are going for best contents like I do, just go to see this web page daily because it offers quality contents, thanks!

  7. Nike Outlet

    iauqumulqgg,A fascinating discussion is definitely worth comment. I do think that you ought to publish more on this topic, it may not be a taboo cgrqrc,subject but generally folks don’t talk about such subjects. To the next! All the best!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.