Voluntários celebram Dia Mundial do Doador com forró e quadrilha no Hemose

postado em: Destaque 2, Notícias | 0

O som do forró e a apresentação de quadrilha deu o tom da festa realizada no Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) em homenagem ao Dia Mundial do Doador de Sangue. A ação nesta sexta-feira, 14, além de celebrar homenageando os doadores, teve como intuito destacar a importância da doação de sangue como um ato regular.

A comemoração da integração reuniu servidores, gestores, doadores, campanhas fidelizadas, que aproveitaram as festividades no ritmo da música de Joseane DyJosa e Jailson do Acordeon. “Foi um dia especial dedicado a homenagear o gesto de todos os doadores cadastrados ao serviço. É importante destacar que esse gesto possa se repetir sempre para que o Hemose junto com todos os profissionais que aqui trabalham possam colaborar com o atendimento dos pacientes que necessitam do sangue nos hospitais”, frisou a diretora geral da Fundação de Saúde Parreiras Horta (FSPH), Luciana Déda.

Os amigos Johon Lennon Brito, A positivo e Otavio Luis Santos Freire, B positivo, participaram da festa. “Viemos doar como sempre fazemos e encontramos essa festa. Achei bonito essa homenagem para todos os doadores”, disse Brito. Técnica de enfermagem, Claudia Valeria Andrade de Oliveira, também colaborou com o serviço. “Muito bonito”, acrescentou.

Durante o dia, os doadores dos grupos Chicleteiro Sangue Bom, Mãos Unidas pra Ajudar de Lagarto e voluntários da Associação Gloriense de Doadores de Sangue estiveram na festividade. “Minha filha faz parte da associação e hoje a gente veio doar e trazer a quadrilha da escola para se apresentar”, contou Gedalva Leite.

Valdete Araújo Santos Santana realizou a doação de sangue acompanhada da filha, Valéria Araújo Santos Santana. Elas participaram da campanha do grupo fidelizado Mãos Unidas pra Ajudar, junto com outros 46, voluntários. “Nosso grupo realiza campanhas a cada quatro meses. Entendemos que com essa ação estamos fazendo o bem para outras centenas de pessoas que aguardam por uma bolsa de sangue nos hospitais”, comentou Rosália Araújo, que coordena a ação.

Para gerente de Ações Estratégicas do Hemocentro de Sergipe, Rozeli Dantas, as celebrações representam momentos de integração e valorização. “Todos estão de parabéns por estarem aqui hoje, por vim doar e principalmente por tratar esse gesto como uma responsabilidade social”, salientou a assistente social.

Campanha

O Hemose prossegue com a campanha dos Festejos Juninos 2019, até o próximo dia 28 de julho. A proposta da ação é ampliar as doações para manutenção dos estoques de todos os grupos sanguíneos, A, O, B e Ab positivo e negativo. “Queremos convidar todos em bom estado de saúde, com 16 a 69 anos de idade e peso superior a 50 quilos para vim realizar sua doação de sangue”, concluiu Rozeli Dantas.

Atualizado há