Maternidade Nossa Senhora de Lourdes celebra Semana Brasileira de Enfermagem

postado em: Destaque 2, Notícias | 0

A Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL) deu início na última segunda-feira, 13, a uma programação especial para celebrar a Semana Brasileira de Enfermagem, que acontece em todo o Brasil até o próximo dia 20. A ação é realizada através do Núcleo de Educação Permanente (NEP), com a coordenação da enfermeira Andréia Aragão. O objetivo do evento é homenagear a categoria e proporcionar aos profissionais da área novas experiências, além de sensibilizar os enfermeiros quanto à importância da organização no processo de trabalho, promovendo um momento de reflexão sobre os desafios e práticas da profissão.

Para o superintendente da MNSL André Nascimento, o profissional de enfermagem é fundamental para o bom andamento de qualquer unidade de saúde. ”Nós da MNSL valorizamos este profissional, aquele que cuida, ministra o tratamento e conhece profundamente o paciente”, disse André.

A enfermeira responsável técnica do NEP, Dígena Maria Dias da Silva, explicou que durante esse período, a MNSL vai realizar uma programação diversificada para os profissionais de enfermagem e estagiários da instituição, que conta com: palestras cientificas, dinâmicas, autocuidado, práticas integrativas, e momentos de relaxamento”, disse Dígena.

Durante o evento, aconteceu ainda palestra com a residente em enfermagem obstétrica, Emanuelle Moura, que falou sobre o alívio da dor no trabalho de parto, através de métodos não farmacológicos. “Essa será uma semana de reflexão, onde buscaremos discutir sobre a importância do trabalho dentro dos serviços de saúde. A associação de enfermagem todo ano estabelece assuntos para nós profissionais discutimos e esse ano foi definido observar a equidade desse tema, ou seja, retratar um dos princípios do SUS”, ressaltou.

“Nós, enquanto servidores de enfermagem, precisamos colocar os princípios universais do SUS em prática. O NEP ingressou várias atividades como palestras e exercícios de relaxamento e reflexão para todos os profissionais de enfermagem, técnicos, auxiliares e enfermeiros”, complementou Emanuelle.

A enfermeira Andreia Aragão disse que todos os processos de saúde implantados na unidade para melhorar o atendimento e a qualidade de vida fluem pela enfermagem, que passa a ser um canal de inclusão  no cuidado com a saúde da família e dos pacientes. Já Emanuelle observou que na MNSL se acompanha o pré-natal e o trabalho de parto. “Vemos as necessidades que essa mulher tem, lá na unidade básica e tenta fazer esse intermédio entre ela, trazer a maternidade mais para o pré-natal”, explicou a enfermeira.

“Estamos comemorando a semana da enfermagem e como a instituição é nosso campo de pratica, é sempre um prazer participar das atividades da unidade e falar da assistência a mulher no trabalho de parto, parto e pós-parto. Hoje falei dos Desafios Da Enfermagem para Prática com Equidade”, disse a professora da UFS Ana Dorcas. Para a Técnica de Enfermagem Tânia Virginia Marques dos Santos, através das palestras é possível refletir e analisar o trabalho na instituição”. A enfermeira residente em obstetrícia, Larissa Viana, disse que essa semana começou com o pé direito, com palestras que tanto engrandecem, não só nosso trabalho de enfermagem, mas incentivam a busca de novos conhecimentos, e novas práticas, “Isso se torna muito produtivo e importante para nossa carreira”, disse Larissa.

Atualizado há