Conselho realiza reunião preparatória para conferências de saúde

postado em: Notícias, Slide | 0

O Conselho Estadual de Saúde realizou na manhã desta segunda-feira, 14, uma reunião preparatória para as conferências municipais e estadual de Saúde, que serão realizadas ao longo do primeiro semestre deste ano. O encontro, que ocorreu no auditório do Centro Administrativo da Saúde, contou com a participação de secretários e presidentes dos Conselhos Municipais de Saúde e do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems).

O vice-presidente do Conselho Estadual de Saúde (CES), Eduardo Ramos, conduziu a reunião que teve como objetivo alinhar e pactuar o processo de construção das conferências municipais, além de esclarecer os participantes acerca das providências de ordem organizacional que precisam ser adotadas. Nesse contexto, a Funesa se colocou como parceira dos municípios disponibilizando apoio técnico para as conferências.

“Convidamos todos os 75 municípios para esta reunião, quando estaremos alinhando e definindo, por exemplo, data das conferências, palestrantes, local de realização, mobilização e critérios”, disse Ramos, salientando que as conferências ocorrem nos três âmbitos de gestão, obedecendo a um cronograma hierárquico que começa com as municipais, segue com a estadual e finaliza com o conclave nacional.

De acordo com Eduardo Ramos, as conferências terão como tema “Democracia e Saúde como Direito e Consolidação e Financiamento do SUS”, definida pelo Ministério da Saúde. As municipais começam no dia 25 de janeiro e seguem até o dia 30 de abril, enquanto a estadual irá acontecer no período de 12, 13 e 14 de junho. O conclave nacional está marcado para agosto.

As conferências são espaços de discussão de propostas apresentadas por usuários, trabalhadores e gestores, como enfatizou Ramos, observando que quem constrói a saúde pública é o povo. Ele explicou que as conferências municipais irão produzir centenas de propostas e, destas, serão tiradas 36 na conferência estadual para serem levadas à nacional.  São 60 delegados que vão representar Sergipe em Brasília.

Funesa

A diretora-presidente da Fundação Estadual de Saúde, Lavínia Aragão, disse que a instituição foi convidada pelo Conselho Estadual de Saúde para entrar como parceira nas conferências. “A Funesa é a escola de saúde pública e trabalha o tempo todo com a formação dos trabalhadores, dos gestores e também dos usuários, já que a gente qualifica o controle social. O conselho entende que a Funesa é quem tem a estrutura, não apenas física, mas de qualificação, para apoiar todo esse processo, não só no âmbito da estadual como também nas municipais”, reforçou.

Para o secretário de Saúde do município de Barra dos Coqueiros, Joacir Souza Santos, o apoio do Conselho Estadual de Saúde e da SES é louvável e essencial neste momento em que muitos presidentes e conselheiros de instituições de controle social dos municípios são novos nos cargos. “Muitos deles ainda não têm espertize para realizar eventos dessa envergadura, então esse apoio é fundamental para que a gente faça conferências que produzam resultados realistas e focados na nossa realidade.

Atualizado há