Programa visitas técnicas divulga serviço de doação de sangue

postado em: Notícias, Slide | 0
Um grupo com pouco mais de trinta acadêmicos do curso de biomedicina conheceu os ciclos de doação e processamento do sangue no Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose). A iniciativa nesta segunda-feira, 22, integra as atividades do programa visita técnica da gerência de Captação de Doadores e tem como objetivo levar conhecimento e esclarecer dúvidas sobre a doação de sangue.
Os estudantes da Universidade Tiradentes (Unit) receberam as primeiras orientações relativas ao ciclo do doador, que compreende os serviços de cadastro, pré-triagem, triagem clinica e, por fim, a coleta da bolsa de sangue. O cumprimento dessas etapas cumpre a legislação do serviço de hemoterapia e hemocomponentes, orientados por regulamentos técnicos do Ministério da Saúde (MS) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
Na segunda parte da visita técnica o grupo percorreu as áreas técnicas composta pelos laboratórios do Imunohematologia do doador e receptor; Sorologia; Produção e Liberação de sangue. Um exemplo são os testes para identificação do tipo sanguíneo, A, O, B e Ab e o fator RH, positivo ou negativo. “Aqui no Imunodoador e Receptor utilizamos metodologias de análises para estudar os grupos sanguíneos da bolsa de sangue em que o heterogrupo do doador seja semelhante ao do paciente receptor desse sangue. Esse trabalho visa garantir a segurança do procedimento transfusional”, informou a gerente do serviço, Ana Paula Prata.
A gerente de Captação do Hemocentro de Sergipe, Josceline Souza, ressaltou que visita técnica é uma oportunidade para que os estudantes e demais profissionais percebam que o ato de doar sangue é um gesto humanitário. “A partir dessa prática é possível levar conhecimento e esclarecer as dúvidas sobre os serviços realizados no Hemose. Esses estudantes serão multiplicadores do que aprenderam durante a visita”, destacou a assistente social.
Doação de sangue
Pode doar sangue candidatos em bom estado de saúde, idade entre 16 anos e 69 anos, peso acima de 50 quilos. É necessário portar documento de identidade original, com foto, válido em todo território nacional. Mais detalhes sobre o serviço de doação, cadastro de medula óssea, visitas técnicas e palestras, através dos telefones: (79) 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.

Atualizado: