Saúde registra mais de 4 mil recadastramentos válidos

postado em: Notícias | 0

Mais de 4 mil recadastramentos de servidores da Rede Estadual de Saúde foram realizados e validados até a manhã desta sexta-feira, 29. A estimativa é de que 11 mil procedimentos sejam feitos até este sábado, 30, por funcionários estatutários, celetistas e cargos em comissão da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e fundações. De acordo com o coordenador de Tecnologia da Informação da SES, Douglas Affonso Madureira, o banner que foi disponibilizado na página eletrônica da secretaria para que os profissionais realizem o procedimento será retirado à zero hora deste domingo, 1º de outubro.

A atualização dos dados cadastrais do funcionalismo foi iniciada no último dia 13 e é obrigatória, a fim de que sejam identificados os servidores que trabalham e onde exercem suas funções. O recadastramento visa identificar também os funcionários que não trabalham.

“Embora o número de recadastramentos feitos seja de 10.924, apenas 4.069 já foram validados pelos gestores das unidades de saúde. A lista dos que ainda não foram validados pelos respectivos gestores consta de 6.855 recadastramentos. A coordenação de Tecnologia da Informação da SES ainda identificou cerca de três mil procedimentos realizados repetidamente por servidores. Esses devem ser analisados, a fim de que sejam destinados à exclusão ou consideração, caso o servidor possua mais de um vínculo empregatício”, explicou Douglas.

Do total de recadastramentos realizados, o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) lidera nas estatísticas com 4.213 procedimentos, ou seja, 39% que também se justifica no número de servidores da unidade, visto que é o maior hospital da Rede Estadual de Saúde. Em seguida, surge o Complexo Regulatório que também compreende o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Serviço de Remoção Inter-Hospitalar Assistida (Sriha), ocupando 11% do número total de recadastramentos realizados, totalizando 1.149.

Todos os procedimentos validados compreenderão uma lista de servidores que será destinada ao Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (Sesmt) e à diretoria jurídica da SES. Os servidores devem evitar a realização do recadastramento em última hora, a fim de evitar o desconforto do congestionamento na página eletrônica da SES.

Passo a passo

Para realizar o recadastramento o servidor precisa, primeiramente, acessar no endereço 187.17.2.171/saude-infectado, clicar no banner do recadastramento e preencher o formulário. Para isso, precisará de documentos pessoais, como CPF e RG, além do número da matrícula encontrado no contracheque.

Depois de preencher o formulário o servidor deverá imprimi-lo, assiná-lo e levá-lo ao chefe imediato para que o mesmo ateste o documento. Em seguida, o servidor precisar levar o referido formulário ao setor de Recursos Humanos da SES para validação.

Atualizado: