Doação de Órgãos: SES enfatiza a importância de comunicar a família o desejo de ser doador

postado em: Notícias | 1

 

No Dia Nacional da Doação de Órgãos, comemorado nesta quarta-feira, 27, que também faz parte da campanha Setembro Verde, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), além de fazer um alerta para sensibilizar a sociedade em relação a doações de órgãos e tecidos que podem salvar inúmeras vidas, enfatiza a importância das pessoas comunicarem aos seus familiares o desejo de ser um doador. Para se ter uma ideia, o Estado, segundo informações da Central de Transplantes de Sergipe, tem um índice de recusa familiar para a doação de órgãos de aproximadamente 70%.

 

“A lei determina que conjugues ou parentes de até segundo grau são os que podem autorizar as doações de órgãos e tecidos. Por isso, é tão importante que as pessoas avisem as suas famílias que querem ser doador de órgãos. Sergipe está acima da média do Nordeste na identificação de potenciais doadores, porém, o Estado é um dos últimos em doadores efetivos. Isso porque, temos um índice de recusa familiar muito alto. Na hora da doação, muitas famílias não dão autorização e a doação acaba não acontecendo. Precisamos ressaltar sempre que a doação é um ato de solidariedade, de amor e que pode salvar muitas vidas”, disse Benito Fernandez, coordenador da Central.

 

No momento, Sergipe não está realizando transplante de rim, mas, de acordo com Benito, o Hospital Universitário (HU) está se adequando para receber habilitação e poder fazer este tipo de procedimento.  Além disso, o secretário de Estado da Saúde, Almeida Lima, enviou um ofício este mês a três hospitais privados de Aracaju, solicitando propostas para que as unidades informem o que precisam para se disponibilizarem  a fazer transplantes de rim.

 

“Estamos lutando para Sergipe voltar a realizar transplante de rim, ao invés de encaminhar o paciente para outros Estados, e este mês demos um grande passo, já que o secretário Almeida Lima enviou ofício para três hospitais particulares e estamos na esperança de que os diretores ou proprietários das unidades se sensibilizem e demonstrem interesse em colocar o hospital para fazer este tipo de procedimento. Hoje, Sergipe tem cerca de 600 pessoas candidatas a transplante de rim”, conta

 

Transplantes

Este ano, foram realizados em Sergipe 112 transplantes de córnea, um de coração e foi feito também a captação de múltiplos órgãos (rins, fígado, coração e córnea) em quatro doadores, e disponibilizados para a Central Nacional de Transplantes, que faz a redistribuição dos órgãos.

 

“Sergipe tem potencial para melhorar as doações de órgãos e tecidos, tanto que, em períodos de campanha, como esta do Setembro Verde, aumenta o número de doações. Precisamos sim de campanhas permanentes, mas também da conscientização de toda a sociedade para a importância do ato da doação. A doação de órgãos precisa deixar de ser um tabu”, afirma o coordenador da Central de Transplantes de Sergipe.

 

A autônoma Cícera Maria dos Santos, de 44 anos, sabe bem a importância da doação. Ela, depois de ficar por mais de cinco anos na fila à espera de um órgão, foi submetida a um transplante de rim. “Ganhei uma nova chance de viver. Hoje, mais do que nunca, enxergo a doação de órgãos como um gesto de amor ao próximo”, declara.

 

Órgãos que podem ser doados

Os rins, coração, pulmões, fígado, pâncreas e também tecidos, como córneas, pele e ossos podem ser doados, sempre após a autorização dos familiares. No Brasil, este ano, de janeiro a junho, segundo dados da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO) foram realizados 4.208 transplantes de órgãos, 15.429 de tecidos e 1.253 de medula óssea.

 

Para tirar dúvidas e obter mais informações sobre a doação de órgãos e tecidos, basta ligar para a Central de Transplantes de Sergipe, através do telefone 0800-284-3216.

 

Atualizado há

  1. Yeezy Shoes

    cpqonrfmxew,If you are going for best contents like I do, just go to see this web page daily because it offers quality contents, thanks!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.