Diretoria de Atenção Integral à Saúde realiza oficinas com coordenações

postado em: Notícias | 1

A Diretoria de Atenção Integral à Saúde (DAIS) realiza esta semana uma série de oficinas de planejamento com as coordenações que estão sob seu comando, com o objetivo de dialogar com os servidores de cada área as diretrizes estabelecidas pelo secretário Almeida Lima e, ao mesmo tempo, revisar missão, visão e atribuições de cada uma das coordenações. A atividade teve início na última sexta-feira e só terminará quando todas as seis áreas forem contempladas.

“Durante reunião do Colegiado da DAIS ficou definido que a diretoria faria oficina com as coordenações, focando com o olhar do cenário atual as diretrizes que o secretário vem passando para os seus diretores. Iremos realizar quatro oficinas envolvendo as seis coordenações que são de Atenção Primária à Saúde, de Atenção Especializada, de Atenção Hospitalar, de Redes de Atenção à Saúde, Núcleo de Assistência Farmacêutica e Núcleo de Educação Permanente e Popular em Saúde”, relacionou o diretor da DAIS, João Lima Júnior.

Segundo ele, as oficinas estão proporcionando aos servidores uma revisita, de forma ampliada,  da missão e visão de cada coordenação, mas, sobretudo, a capacitação está focada na sistematização  dos processos de trabalho. “A orientação do secretário Almeida Lima é a modernização administrativa das estruturas da própria secretaria de modo que, independente de quem esteja no comando, elas funcionem plenamente para garantir bons serviços de saúde à população”, salientou João Lima Júnior.

Na avaliação da coordenadora Estadual de Atenção Ambulatorial Especializada, Luciana Alves, a oficina de planejamento realizado na ultima segunda feira, 27, se deu com os profissionais da coordenação especializada ambulatorial e do Núcleo Estadual de Assistência Farmacêutica. “A capacitação permitiu de forma coletiva, revisitar  e alinhar, missão, visão, valores e atribuições e assim redefinir e reestruturar  processos de trabalho que se desenvolvem para estruturação da rede de atenção a saúde na garantia da  ações contínuas com  eficiência, efetividade e eficácia”, pontuou.

Para Juliana Oliveira, coordenadora do Núcleo Estadual de Assistência Farmacêutica, “a oficina permitiu que pudéssemos revisitar os processos de trabalho e que, de forma alinhada com a nova perspectiva de gestão da SES, pudéssemos construir coletivamente suas missões, visões e realinhar seus processos de trabalho numa conotação de redes de saúde, visando ações efetivas e otimizadas”, declarou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.